Cursos para professor de apoio da SEE MG: saiba quais cursos fazer

Professor de Apoio na Sala de Recursos

O professor de apoio faz parte da equipe de especialistas que devem compor o Atendimento Educacional Especializado ofertado a todos os alunos que possuem necessidades educacionais especiais.

Esse cargo é muito importante e o profissional deve possuir conhecimentos sobre Educação Inclusiva, Tecnologias Assistivas, Comunicação Alternativa e também sobre a condição do aluno, seja ele um aluno com deficiência, transtorno do espectro autista ou com altas habilidades / superdotação. No geral, o objetivo é eliminar as barreiras no processo de ensino e aprendizagem.

Se você trabalha nessa área e deseja saber mais sobre o AEE e a Educação Inclusiva de maneira simples recomendo um ótimo artigo chamado O que é Educação Inclusiva? Um Passo a Passo para a Inclusão Escolar

Para ser um professor de apoio na Secretaria Estadual de Minas Gerais (SEE-MG) o profissional deve ficar atento as Resoluções publicadas quase que anualmente pelo estado, que definem critérios de seleção com base em cursos bem específicos.

Esses cursos exigidos para os cargos de professor de apoio devem possuir uma carga horária mínima, além de terem de ser oferecidos obrigatoriamente por uma instituição de ensino credenciada à Secretaria de Educação de Minas Gerais ou ao Ministério de Educação (MEC).

Resolução para professor de apoio da SEE MG

De fato, é com muita frequencia que a SEE MG define novos critérios de seleção para o cargo de professor de apoio. Isso deixa os profissionais atônitos, tendo de fazer vários investimentos em cursos ao longo de sua carreira, sem a garantia de que seus cursos serão aceitos no próximo ano.

Você pode conferir a última resolução no link abaixo

Última resolução da Designação para Educação Especial – Nova Resolução SEE Nº 3.417 de 05 de maio de 2017

De acordo com a resolução acima o nome correto do cargo é Professor de Educação Básica – Apoio à Comunicação, Linguagens e Tecnologias Assistivas.

4 critérios para ser contratado

Existem também 4 critérios para ser contratado e você deve se adequar a pelo menos um deles, em ordem de preferência:

1º – Licenciatura plena em Educação Especial: você deve possuir o curso de Licenciatura em Educação Especial. Esse curso é novo e ainda muito raro no Brasil. A maioria das pessoas tem o curso de Licenciatura em Pedagogia mesmo.

2º – Pedagogia com ênfase em Necessidades Educacionais Especiais ou em Educação Especial ou Pós Graduação em Educação Especial em cujo currículo conste, no mínimo, 40 horas de estudos em Comunicação Alternativa e Tecnologia Assistiva: aqui o critério fica mais acessível a população que possui uma pós-graduação. Porém deve ter cuidado para que essa pós-graduação em Educação Especial tenha em seu currículo as 40 horas de Tecnologias Assistivas e Comunicação Alternativa. Quanto ao curso de Licenciatura em Pedagogia com Ênfase, continua sendo extremamente escasso no Brasil.

3º – Pós-graduação em Educação Especial ou Educação Inclusiva, acrescida de curso de aperfeiçoamento ou atualização em cujo currículo constem, no mínimo, 40 horas de Comunicação Alternativa e Tecnologia Assistiva: se você tem uma pós-graduação em Educação Inclusiva e a sua pós não atende ao 2º critério, então você poderá fazer cursos de aperfeiçoamento ou atualização (leia Extensão Universitária) com pelo menos 40 horas sobre Tecnologias Assistivas e Comunicação Alternativa.

4º – Curso de aperfeiçoamento ou atualização em cujo currículo conste, no mínimo, 40 horas de Comunicação Alternativa e Tecnologia Assistiva e – 01 a 06 cursos em cujo currículo conste, em cada, no mínimo 120 horas de conteúdos das áreas de deficiência intelectual, surdez, física, visual, múltipla e Transtornos Globais do Desenvolvimento – TGD, oferecidos por instituições de ensino credenciadas, priorizando-se o candidato que comprovar maior número de cursos em áreas distintas: bom, esse é o último critério e abrange a maioria da população, pois não é necessário possuir uma pós-graduação de Educação Especial.

Lembrando que para ser professor de apoio no estado de Minas Gerais, além dos critérios acima, é preciso ter Curso Normal em nível médio ou matrícula e frequência a partir do 2º período em curso superior (bacharelado ou tecnólogo) em qualquer área do conhecimento, como disposto no ANEXO IV (da Resolução SEE nº 3.118, de 17 de novembro de 2016)

Critérios de Desempate

Um fato que poucos conhecem são os critérios de desempate. O que acontece se dois candidatos com Licenciatura plena em Educação Especial estiverem disputando a mesma vaga na mesma escola? O candidato que possuir um curso de extensão universitária na deficiência do aluno vai ficar com a vaga.

Mas se os dois candidatos possuirem o mesmo curso de extensão? O curso que tiver a carga horária maior terá mais peso.

A exigência de apresentar certificados em cujo currículo contempla a deficiência do aluno é usada para desempate. Se o professor for atender mais de um aluno, aquele que tem o curso na área de deficiência de pelo menos um aluno, deverá ter a prioridade.

Curso de Professor de Apoio Reconhecido pelo MEC

Escolher fazer cursos de instituições reconhecidas pelo MEC é a melhor escolha na hora de investir seu dinheiro com sua formação profissional em Educação Inclusiva. Isso porque uma instituição reconhecida pelo MEC dificilmente será rejeitada por qualquer órgão público ou privado no Brasil, visto que o MEC atual em nível nacional e não apenas em Minas Gerais como a SEE-MG.

Bom, instituições reconhecidas pelo MEC são necessariamente Faculdades ou Universidades, visto que o MEC só reconhece cursos de nível superior.

Quando falamos em cursos oferecidos por faculdades com carga horária menor que 360 horas, estamos falando de Extensão Universitária.

Vou recomendar agora alguns cursos de extensão universitária que tenho certeza que são amplamente aceitos para o cargo de professor de apoio nas designações da SEE-MG, visto o grande número de pessoas que procuram essa instituição por ser aparentemente a única no Brasil que é especializada na oferta de cursos online de extensão universitária para a Educação Inclusiva. Chama-se Instituto Itard.

Os cursos mais procurados são os de Educação Especial Inclusiva, Atendimento Educacional Especializado, Deficiência Auditiva / Surdez, Deficiência Física, Deficiência Intelectual, Deficiência Visual e Deficiências Múltiplas. Mas o Instituto Itard oferece também outras opções mais específicas como Autismo, Braille, LIBRAS (esse é gratuito), Orientação e Mobilidade, Informática Educativa e etc.

Cursos para Formação do Professor de Apoio à Comunicação, Linguagem e Tecnologias Assistivas

Pacote de cursos de extensão universitária do Instituto Itard para formação completa do Professor de Apoio à Comunicação, Linguagem e Tecnologias Assistivas com opção de 560 horas, 960 horas e 1200 horas

Se você quer economizar, dê uma olhada nesses pacotes:

560 horas

Deficiência Auditiva / Surdez 120h
Deficiência Física 120h
Deficiência Intelectual 120h
Deficiência Visual 120h
Tecnologias Assistivas e Comunicação Alternativa 80h

960 horas

Deficiência Auditiva / Surdez 120h
Deficiência Física 120h
Deficiência Intelectual 120h
Deficiência Visual 120h
Deficiências Múltiplas 120h
Transtornos Globais do Desenvolvimento 120h
Tecnologias Assistivas e Comunicação Alternativa 240h

1200 horas

Deficiência Auditiva / Surdez 120h
Deficiência Física 120h
Deficiência Intelectual 120h
Deficiência Visual 120h
Deficiências Múltiplas 120h
Transtornos Globais do Desenvolvimento 120h
Autismo 120h
Informática Educativa 120h
Tecnologias Assistivas e Comunicação Alternativa 240h

Clique no link e saiba mais: 3 opções de pacotes de Cursos para Formação do Professor de Apoio à Comunicação, Linguagem e Tecnologias Assistivas

São cursos online de extensão universitária válidos para as designações da SEE-MG, pois a certificação é emitida por uma instituição credenciada no MEC, que possui curso de pedagogia reconhecido e cursos de pós-graduação em educação especial autorizados pelo MEC. No verso do certificado consta a portaria de credenciamento da faculdade.






Equipe Designação

Equipe Designação

3 Comments

  1. Tenho pedagogia curso de capacitação em educação inclusiva pós incompleta e pedagogia com ênfase em educação especial . No caso eu consigo passar n frente de quem está trabalhando mas não tem pedagogia com ênfase ?

  2. Alguém pode tirar uma dúvida? Por favor.
    Qual a diferença em AEE com educação inclusiva? Ou educação especial?
    Para fazer minha inscrição para designação eu que tenho pedagogia e pós na educação especial, devo colocar o que? Somente professor de Apoio?
    Tenho dúvidas.
    Desde já agradeço

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *