Será o fim das provas escritas no ENEM?

O crescente desenvolvimento tecnológico, vem tirando as folhas impressas da sala de aula, abrindo espaço para computadores. Com esse avanço, a nova versão: ENEM Digital vem sido estudado por tempos e torna-se a nova modalidade do Exame Nacional do Ensino Médio para 2020, que além de aplicado na versão impressa, este ano, os candidatos poderão fazer a prova no computador pela primeira vez. As regras para a aplicação do exame foram divulgadas pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) na última terça-feira (31).

Nesta nova e desafiante edição, será o modelo piloto para o novo formato do exame, 100 mil participantes poderão optar pela modalidade digital. Embora não tenha surpreendido os estudantes, já que foi anunciada no ano passado, a novidade gerou diversas dúvidas.

Como funciona o Enem Digital?

A versão da prova para computadores foi anunciada pelo Ministério da Educação em 2019 e será aplicada pela primeira vez neste ano, em modelo piloto. Segundo o MEC, a implantação do novo Enem será progressiva, e a expectativa é que até 2026 o exame seja 100% online.

Serão disponibilizadas 100 mil inscrições para os primeiros participantes que optarem pela edição digital. A estrutura do exame será igual à da versão impressa: os candidatos devem ir ao local de prova para fazer quatro testes objetivos, com 45 questões cada, mais a redação. Esta, no entanto, será aplicada no papel. A prova de língua estrangeira também está mantida no Enem Digital, e o estudante deverá optar por inglês ou espanhol no ato da inscrição.

Segundo o MEC, a nova modalidade de aplicação traz economia com a redução da impressão de papel e representa um ganho para o meio ambiente. Só em 2019 foram mais de 10,2 milhões de provas impressas para o Enem. Os custos da aplicação superaram R$ 500 milhões.

Do ponto de vista técnico, o Enem Digital vai permitir a aplicação de novos tipos de questões. Será possível trabalhar com vídeos, infográficos e até incorporar a lógica dos games à prova. “O objetivo do projeto não é simplesmente fazer uma prova em computador, mas sair do mundo analógico e passar para o mundo digital de aplicação de provas”, explicou o presidente do Inep, Alexandre Lopes, ao anunciar a novidade.

Os editais das versões impressa e digital do Enem 2020 foram publicados no Diário Oficial da União (DOU) da última terça-feira (31). O documento traz informações detalhadas a respeito do exame, incluindo a lista completa de municípios participantes da edição digital, os componentes curriculares de cada prova e os critérios para eliminação.

Também é no edital que o participante pode conferir as regras completas para solicitação de isenção da taxa de inscrição e pedido de tratamento pelo nome social. É possível verificar, ainda, informações sobre o processo de correção das provas.

Fonte: http://portal.mec.gov.br/

O edital da versão impressa pode ser acessado em:

www.in.gov.br/web/dou/-/edital-n-25-de-30-de-marco-de-2020exame-nacional-do-ensino-medio-enem-2020-impresso-250463829

Já o edital da versão online está disponível em:

www.in.gov.br/web/dou/-/edital-n-27-de-30-de-marco-de-2020exame-nacional-do-ensino-medio-enem-2020-digital-250467799

 



Dúvidas? Veja nossos vídeos no Youtube





Recomendado para você

7 dicas VENCEDORAS para você entrar na designação de 2020!

Cursos para Professor de Apoio da SEE MG: Saiba Quais Cursos Fazer

Designação SEE MG: Assistente Social, Fisioterapeuta, Fonoaudiólogo, Psicólogo ou Terapeuta Ocupacional – Analista de Educação Básica – AEB

Problemas com credenciamento dos certificados para as designações?

Diferença entre Curso Livre e Curso de Extensão Universitária





Equipe Designação

Equipe Designação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *